Uma graduação já é um grande avanço na carreira de todo profissional. Afinal, um curso superior pode mais do que dobrar a renda em relação a quem tem somente até o Ensino Médio, segundo pesquisa da OCDE, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. O salário é superior em 140%, revelou o estudo.

E que tal ter duas graduações em um prazo de seis anos em algumas das melhores instituições de ensino da América Latina? Uma boa, não é mesmo?

A Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP) e a Escola de Direito de São Paulo (FGV Direito SP) criaram a dupla graduação com duas combinações de cursos: Administração de Empresas e Direito e Administração Pública e Direito. São duas opções para ingressar no programa de dupla graduação: você pode escolher já quando prestar o vestibular, antes do início do curso, ou então se decidir mais tarde, a partir do sétimo semestre. No total, são oferecidas quase 50 vagas.

“Em um mercado de trabalho cada dia mais competitivo, a formação em duas áreas estratégicas é um grande diferencial aos estudantes, que poderão concluir duas graduações em um prazo mais curto do que se realizados de forma independente,” explica o professor Roberto Dias, coordenador de Graduação da FGV Direito SP.

A dupla graduação potencializa o conhecimento do estudante que passa a ter experiência de duas áreas que se complementam no mercado de trabalho. Quem optar por Administração de Empresas e Direito, por exemplo, poderá atuar com venture capitals, mergers & acquisitions, direito empresarial e internacional, entre outros.

Já a combinação de Administração Pública e Direito permite atuação em regulação, direitos humanos e políticas públicas, ocupando cargos no Executivo, Ministério Público e Defensoria Pública. Esta foi a opção escolhida por Juliana Reimberg, que começou na FGV estudando Administração Pública e, durante os estágios, optou pela segunda graduação. “Estagiei em diferentes locais, como na Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, na Conectas Direitos Humanos e na Câmara de Comércio Internacional (ICC), e, nessas experiências, estive em contato muito próximo com desafios jurídicos, o que me motivou a cursar uma segunda graduação em Direito.”

A FGV Direito SP foi escolhida a melhor instituição privada do país nas últimas três edições do ranking universitário da Folha de São Paulo e tem um índice de aprovação na OAB de 94%. Além disso, o curso tem nota máxima em avaliação in loco do MEC e no ENADE.

Prédio da FGV Direito SP

A FGV EAESP também tem nota máxima no ENADE e ainda no IGC/MEC, o índice Geral de Cursos do Ministério da Educação. É parceira de mais de 110 instituições de ensino estrangeiras de renome internacional e tem tradição de intercâmbio de alunos.

Prédio da FGV EAESP

 

Todo esse reconhecimento faz com que os estudantes da FGV sejam disputados no mercado de trabalho.

“O reconhecimento que o nosso egresso recebe não é apenas pela sua qualificação, mas também por suas habilidades de planejamento, organização e resiliência. Se você deseja ser esse profissional, a dupla graduação é para você,” destaca Malyina Kazue Ono Leal, vice- coordenadora de dupla graduação na FGV EAESP.

Quem já passou por essa experiência, confirma. “Sempre tracei uma analogia da dupla graduação com um estilingue: você se puxa um pouco para trás, ou seja, fica mais tempo em sala de aula, mas quando você se lança, você tem mais potência e alcança lugares mais distantes de uma forma mais rápida”, lembrou Juliana.

E você, já pensou em ter duas graduações em seis anos?

Clique aqui para mais detalhes sobre a dupla graduação de Administração e Direito.

Clique aqui para saber mais sobre a dupla graduação em Economia e Direito.

Conheça mais sobre a Graduação FGV
As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.