Sabe aquela vontade conhecer o mundo, respirar novos ares e se descobrir ao explorar o desconhecido? Existe um nome para isso e, com certeza, você já ouviu falar: wanderlust. Essa expressão alemã significa “desejo de viajar” e é muito utilizada pelos viajantes. E se você se considera um “wanderluster”, já sabemos qual sonho está no topo da sua lista: o intercâmbio! Acertamos?


Por que estudar no exterior?

Estudar fora é o objetivo de muitos estudantes, principalmente durante a graduação! Como intercambistas, não aprendemos apenas um novo idioma, mas ganhamos mais independência, conhecemos costumes, adquirimos competências, entendemos diferentes pensamentos e, é claro, vivemos experiências únicas. E sem falar das amizades inesquecíveis que encontramos ao longo da viagem, não é mesmo?


Como funciona o IBEA?

E se você pudesse conhecer mais de um destino em um só programa de intercâmbio? Na FGV, por meio das mais de 200 parcerias com universidades internacionais, existem diversas possibilidades de estudar fora do país. Uma delas é o programa International Business Education Alliance, da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, a FGV EBAPE. Durante o IBEA, nosso aluno estuda um semestre em cada uma das instituições participantes, que estão espalhadas em 3 países. Começando na Alemanha, passando pelos EUA e tendo como último destino, Singapura. Incrível, não? E você pode participar da seleção deste programa a partir do 5º semestre da graduação!

Alunos do IBEA

“O objetivo é formar um cidadão global, que ao final do curso tenha adquirido maior sensibilidade cultural e seja capaz de compreender as diferenças do estudo e prática de gestão em outras culturas e ambientes.” 


Vamos conhecer as universidades do IBEA?

Na Alemanha, a experiência é em Mannheim, na University of Mannheim Business School, uma das principais instituições de ensino de gestão na Europa. Você sabia que a universidade fica localizada em um palácio barroco, construído entre 1720 e 1760? De acordo com a própria instituição, as dimensões superam até mesmo as do Palácio de Versalhes!

University of Mannheim Business School


Nos EUA, o aluno vive na Carolina do Sul, estudando na Darla Moore School of Business, uma das instituições líderes em educação e pesquisa em negócios internacionais. A escola, parte da University of South Carolina, tem este nome por causa da investidora e filantropa americana, Darla Moore. Curiosidade: foi a primeira grande universidade a nomear uma escola de negócios em homenagem a uma mulher!

Darla Moore School of Business


Já em Singapura, a ESSEC Business School será a casa do estudante durante o semestre. Além de estar em uma das melhores escolas de gestão internacional do mundo e a 8ª melhor de negócios da Europa pelo Financial Times, o aluno terá contato com uma abordagem pedagógica multicultural, com professores e organizações de todo o mundo.

ESSEC Business School


Mas como é viver tudo isso?

Alunos da FGV no IBEA

Nosso aluno Leon e outras brasileiras que estão participando do IBEA


O Leon Furtado, aluno da graduação em Administração de Empresas, já sonhava com o IBEA antes mesmo de ingressar na FGV EBAPE.

“A ideia de viajar o mundo estudando sempre foi um sonho e o IBEA encaixava perfeitamente nesse desejo. Sem falar que eu acredito ser uma oportunidade muito valiosa. Ter a chance de morar em 3 países diferentes e estudar em grandes universidades não se acha com facilidade!”

A maior expectativa do Leon era encontrar amadurecimento pessoal, profissional e acadêmico para ser capaz de viver em qualquer lugar do mundo. Mas, até agora, ele descobriu que o intercâmbio vai ainda mais além, é um longo caminho de descobertas.

IBEA Homecoming

As turmas no IBEA Homecoming


Na Alemanha, a primeira parada do programa, ele participou de muitas atividades em conjunto e, como era o primeiro contato com a turma, todos estavam super entusiasmados para se conhecer e criar laços. Nesse início, ele já pode perceber que, apesar da identidade nacional, existem muitas diferenças dentro de um só país.

“Eu não sabia o quanto eventos históricos, como o muro de Berlim, acabaram influenciando fortemente na cultura do povo alemão, fazendo uma divisão entre leste e oeste que persiste culturalmente até hoje.”

No momento, ele está nos EUA e contou que as aulas são bem trabalhosas, mas está adorando a experiência na universidade. Por lá, ele está entendendo como os estados dos EUA possuem uma carga cultural. Se você nos acompanha nas redes, sabe que o Leon gravou um vlog mostrando um pouquinho da sua rotina estudando na Darla Moore. Ainda não assistiu? Clica para ver a parte 1 e a parte 2! Nos vídeos, além de mostrar a universidade, ele nos leva para um programa tipicamente universitário nos EUA: um jogo de futebol americano. Aproveita e segue a gente lá no TikTok!

Sobre o próximo destino, Singapura, é a diversidade cultural que ele está mais ansioso para conhecer. Por isso, já estamos ansiosos para saber quais serão as impressões do Leon quando chegar no Sudeste Asiático!

“Além de muito desenvolvidos economicamente, a diversidade étnica e cultural é alta dentro da cidade-estado.”

Assim que voltar ao Brasil, o Leon já tem alguns planos: procurar um estágio, finalizar a graduação e continuar a sua aventura pelo mundo. Ele quer fazer um mestrado em Milão, para se desenvolver ainda mais e, futuramente, trabalhar na Itália. Através de uma visão mais ampla, não só do mundo, mas também da Administração de Empresas, temos certeza de que tudo que ele está vivendo no IBEA será fundamental para realizar este sonho!

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o IBEA, qual dos 3 destinos do programa combina mais com você?

Saiba mais sobre o IBEA, clique aqui.

Conheça mais sobre a Graduação FGV
As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.