Sobre a inscrição

Período de inscrição:

28/06 a 22/10/2021

Taxa de inscrição:

R$ 150,00

Data e Local de prova:

14 e 15/11/2021 (Provas Online)

Período de inscrição:

28/06/2021 a 07/01/2022

Taxa de inscrição:

R$ 50,00

Período de inscrição:

28/06/2021 a 07/01/2022

Taxa de inscrição:

R$ 150,00

Período de inscrição:

28/06/2021 a 07/01/2022

Taxa de inscrição:

R$ 50,00

Outras informações
Forma de pagamento:
Boleto Bancário ou Cartão de Crédito
Relação candidato-vaga:
10
Mensalidade:
R$ 5.544,00
Período:
Integral
Unidade:
FGV - Rua Itapeva, 474 - São Paulo, SP
Contato:
(11) 3799-3370
Sobre o curso

O curso de graduação em Economia oferece quatro áreas de concentração ou ênfases: Engenharia Financeira, Microeconomia Aplicada, Macroeconomia Aplicada e Economia Política. É possível obter certificação em duas áreas de concentração, desde que o estudante curse as disciplinas obrigatórias das trilhas escolhidas.

O curso está entre os melhores do Brasil , segundo o MEC, e conta com uma metodologia inovadora, que desenvolve habilidades importantes para o mercado de trabalho, além de um corpo docente altamente qualificado, composto por pesquisadores de ponta e profissionais com experiência de mercado e governo.

ACESSE AQUI o folder do curso.

Por que escolher?

O curso baseia-se em quatro pilares da formação do economista:

  1. Sólida formação matemática, que permite a incorporação do instrumental teórico dos modelos econômicos.
  2. Desenvolvimento de raciocínio lógico e abstrato, que aprimora a capacidade analítica, crítica e a habilidade de adquirir e gerar novos conhecimentos.
  3. Formação com ampla base cultural e histórica, que permite o entendimento das questões econômicas no seu contexto histórico e social.
  4. Experiência prática, com experimentação, pesquisa, debates, exercícios, jogos, laboratórios, projetos e estágios. O aluno desenvolve a capacidade de tomar decisões e resolver problemas em uma realidade diversificada e em constante mutação. A estrutura e a dinâmica do curso garantem a formação de um profissional capaz de atuar e ocupar as melhores posições em instituições privadas e públicas, nacionais ou internacionais.
 
Reconhecimento
IGC/MEC

Nota máxima no Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação (MEC).

ENADE

A FGV EESP é primeiro lugar em São Paulo pelo exame ENADE.

Metodologia de Ensino

A metodologia de ensino propicia um ambiente de aprendizagem moderno, dinâmico e dirigido à aquisição de habilidades valorizadas no mercado de trabalho. Todas as disciplinas obrigatórias do curso são ministradas pelo método PBL (Problem/Project Based Learning), com turmas de no máximo 15 alunos. O PBL integra saber e fazer: alunos constroem conhecimento e habilidades enquanto resolvem problemas.

Foco na Carreira Desejada

Os alunos da graduação do curso de Economia da EESP podem escolher entre quatro áreas de concentração ou ênfases de acordo com o caminho profissional que desejam trilhar em sua carreira. São elas: Engenharia Financeira, Microeconomia Aplicada, Macroeconomia Aplicada e Economia Política.

A dupla certificação também é possível, desde que o aluno curse as disciplinas obrigatórias de ambas as trilhas escolhidas.

Especialização em Data Science

O aluno do curso poderá ao final fazer mais um ano de curso e se tornar especialista em Data Science. Disciplinas desenhadas exclusivamente para os economistas da EESP.

Internacionalização

A EESP é parceira de diversas instituições de excelência no ensino da Economia. A partir do 7º semestre, o aluno pode vivenciar grandes experiências acadêmicas e culturais em universidades nos EUA, Canadá, Alemanha, Espanha, Suíça, Inglaterra, Noruega, França, Holanda, Portugal, Austrália, Nova Zelândia e Chile.

Apoio Pedagógico e Emocional

Equipe multidisciplinar preparada para auxiliar os alunos durante sua permanência na Escola. O Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP) e o POPE (Programa de Orientação Profissional e Emocional) são as unidades exclusivas da EESP.

A gente sabe que escolher uma profissão provavelmente é uma das primeiras grandes decisões que você vai tomar na vida. Por isso, a FGV quer ajudar você a conhecer um pouco mais sobre sua futura carreira.

Trabalhar com Economia não limita seu horizonte profissional. Afinal, a carreira pode ser considerada uma verdadeira ponte entre as Ciências Exatas e as Ciências Humanas, preparando você para uma ampla gama de atuação profissional.

O economista que atua nesta área avalia quadros e cenários microeconômicos e macroeconômicos, políticos e sociais, que afetam a vida e as decisões de qualquer tipo de organização. Seu mercado de trabalho engloba grandes empresas de consultoria, auditoria e consultoria de estratégia econômica e política.

  • Empresas Públicas
  • Corporações Privadas
  • Empresas de Auditoria e Consultoria
  • Consultorias Econômicas e Políticas

Os economistas são profissionais capacitados para analisar e avaliar políticas públicas nas áreas de saúde, educação, segurança pública, combate à pobreza e meio ambiente – por exemplo – tanto no âmbito nacional como internacional, trabalhando para governos ou instituições internacionais (ONU, Banco Mundial, FMI, etc.) e, ainda, em grandes empresas transnacionais de consultoria e auditoria.

  • Empresas de Auditoria e Consultorias Globais
  • Banco Mundial, ONU, FMI
  • Governos e Instituições de Pesquisa

O economista, neste campo de ação profissional, trabalha com análises de setores da economia para fornecer informações que venham a guiar as decisões de empresas e de investidores. O economista especializado neste campo também atua com advogados na área de direito regulatório, regulação e concorrência.

  • Empresas Públicas
  • Consultorias Econômicas e Políticas
  • Bancos de Investimento
  • Governo, CADE, Secretaria de Direito Econômico

Nesta área o economista trabalha com a gestão financeira de organizações, sejam elas bancárias, financeiras, do setor de serviços, industrial ou agrícola.

  • Corporações Privadas ou Públicas
  • Bancos Comerciais e de Investimento
  • Corporações dos Setores de Serviços e Agroindústria
  • Consultorias de Auditoria Financeira e Contábil
  • Consultorias de Estratégia
  • Seguradora
  • Consultorias Financeiras

O economista desta área trabalha com análises sobre o comércio internacional, finanças internacionais, cenários macroeconômicos e estratégicos.

  •  Corporações Privadas e Estatais
  •  Bancos Comerciais e de Investimento
  •  Governo, Ministério da Fazenda
  •  Banco Mundial, FMI
  •  Bancos de Investimento

O economista que atua nesta área elabora e analisa a viabilidade econômica de projetos de investimento em qualquer setor da economia levando em consideração os impactos ambientais. Na análise de um projeto, dada a legislação ambiental, deve-se calcular tanto o retorno privado, o custo privado, bem como o social, de projetos.

  • Corporações Privadas e Estatais
  •  Governos, Instituições de Pesquisa e ONGs
  •  Instituições Internacionais de Desenvolvimento
  • Consultorias e Empresas de Energia

O economista que atua nesta área avalia quadros e cenários microeconômicos e macroeconômicos, políticos e sociais, que afetam a vida e as decisões de qualquer tipo de organização. Seu mercado de trabalho engloba grandes empresas de consultoria, auditoria e consultoria de estratégia econômica e política.

  • Empresas Públicas
  • Corporações Privadas
  • Empresas de Auditoria e Consultoria
  • Consultorias Econômicas e Políticas

O curso oferece bolsas integrais ou parciais aos candidatos aprovados, conforme o processo seletivo escolhido. Ao todo, são 150 vagas distribuídas nas seguintes formas de ingresso: Vestibular FGV (100 vagas), ENEM (10 vagas), Exames Internacionais (02 vagas para ABITUR, 17 vagas para SAT, 02 vagas para BAC e 14 vagas para IB) e Olimpíadas do Conhecimento (05 vagas). Abaixo, a quantidade de bolsas distribuídas pelos processos:  

Para ingressantes via vestibular
  • 10 bolsas por mérito, de 100% da mensalidade, para os 10 primeiros colocados no exame.
Para ingressantes via ENEM
  • 2 bolsas por mérito, de 100% da mensalidade, para o primeiro e segundo colocados no exame, desde que tenham tido média final das notas das provas objetivas e da redação igual ou superior a 800 pontos.
Para ingressantes via os exames internacionais
  • 1 bolsa por mérito, de 100% da mensalidade, para o primeiro colocado.
Para ingressantes via Olimpíadas do Conhecimento
  • 2 bolsas por mérito, de 100% da mensalidade, para o primeiro e segundo colocados, desde que tenham tido pontuação final superior ou igual a 74 pontos.

IMPORTANTE: As bolsas por mérito são pessoais e intransferíveis. Em caso da não efetivação ou desistência de matrícula do candidato ou de rematrícula do aluno contemplado com bolsa, esta não se transferirá a outro candidato ou aluno.   

Para mais detalhes sobre as bolsas oferecidas para cada curso, ler o Edital

 
22
out
Fim das inscrições para o Vestibular
14
nov
Realização das provas
15
nov
Realização das provas
07
jan
Fim das inscrições para o Enem e exames internacionais
As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.