Curso de Economia

São Paulo

Tenha o diferencial que vai preparar você para o seleto mercado de trabalho.

Sobre o Curso: 

A graduação em Economia oferece três áreas de concentração: Engenharia Financeira, Microeconomia Aplicada e Macroeconomia Aplicada, que permite ao estudante se especializar na área na qual pretende atuar. O curso fornece sólida formação matemática, desenvolvimento de raciocínio lógico, capacidade analítica e crítica, habilidade de adquirir e gerar novos conhecimentos, além de formação geral e humanística e formação prática.

Melhor do Brasil

Considerado pelo Ministério da Educação (MEC) o melhor de Economia do Brasil, o curso conta com uma metodologia inovadora, que desenvolve habilidades importantes para o mercado de trabalho, além de um corpo docente altamente qualificado, composto por pesquisadores de ponta e profissionais com experiência de mercado e governo.

 

FGV/EESP - Escola de Economia de São Paulo

Mensalidade: Em breve

Período: Integral

Unidade: FGV - Rua Itapeva, 474

Contato: (11) 3799.3370

Relação candidato-vaga: 17,15 (Vestibular 2016.1)

Clique e conheça o Método de Ensino Baseado em Problemas da FGV/EESP.

Próximos Eventos:

Em breve

Mais informações em: http://eesp.fgv.br/ensino/graduacao

 

 

Dicas para o início da sua carreira

  • Carlos Leoni Siqueira
    Sócio-fundador
    Leoni Siqueira Advogados
  • Gustavo Brigagão
    Sócio
    Ulhôa Canto, Rezende e Guerra
  • Renata Andrade
    Gestora de RH
    Brookfield
  • Marcelo Viveiros de Moura
    Advogado e sócio
    Pinheiro Neto Advogados
  • Mônica Garcez
    Gerente de RH
    Ipiranga

O curso de Graduação em Ciências Econômicas da FGV/EESP oferecerá até 5 (cinco) bolsas por mérito, de 100% da mensalidade, para os 5 (cinco) primeiros colocados no exame Vestibular, e até 5 (cinco) bolsas por mérito, para o 6° ao 10° colocados nesse exame, Vestibular, cujo percentual de isenção da mensalidade será definido, em cada caso, pela Diretoria.

Para a manutenção das bolsas, os candidatos estão sujeitos às seguintes condições:

a) Os classificados entre os 10 (dez) primeiros no Vestibular, que receberem a bolsa por mérito deverão realizar suas matrículas no prazo estabelecido neste Edital.

b) A cada período de avaliação do desempenho acadêmico, os 5 (cinco) primeiros classificados no Vestibular deverão classificar-se entre os primeiros 10 (dez) alunos de sua turma.

c) A cada período de avaliação do desempenho acadêmico, o 6° (sexto) até o 10° (décimo) colocados no Vestibular deverão classificar-se entre os primeiros 15 (quinze) alunos de sua turma.

d) Nenhum dos bolsistas pode acumular mais do que 2 (duas) reprovações, consecutivas ou não, nas disciplinas que cursar.

e) Os bolsistas não podem ter recebido quaisquer penas disciplinares conforme artigos 66 a 69, do Regimento da FGV-EESP.

f) Não podem ter interrompido seus estudos no curso em que se destacaram no Processo Seletivo correspondente, excetuando-se apenas os casos de interrupção por motivo de intercâmbio estudantil, com duração não superior a um ano escolar, promovido por programa apoiado pela FGV-EESP, e os de convocação para prestação de serviço à Nação brasileira.

IMPORTANTE: As bolsas por mérito são pessoais e intransferíveis; em caso da não efetivação ou desistência de matrícula do candidato ou de rematrícula do aluno contemplado com bolsa, esta não se transferirá a outro candidato ou aluno. Caso o aluno não cumpra as regras previstas nos itens: “a”, “d”, “e” ou “f”, perderá o direito à bolsa de forma irrevogável.

No caso da perda da bolsa mérito pelas regras “b” ou “c”, o candidato poderá retomar a Bolsa de Estudos por mérito, caso no período de avaliação do desempenho acadêmico no semestre seguinte cumpra as condições previstas nos itens “b”ou “c”.

Depoimentos

Provas e Gabaritos

Selecione o ano para fazer o download da prova e gabarito.

Carreira

  • A gente sabe que escolher uma profissão provavelmente é uma das primeiras grandes decisões que você vai tomar na vida. Por isso, a FGV quer ajudar você a conhecer um pouco mais sobre sua futura carreira.

    Trabalhar com Economia não limita seu horizonte profissional. Afinal, a carreira pode ser considerada uma verdadeira ponte entre as Ciências Exatas e as Ciências Humanas, preparando você para uma ampla gama de atuação profissional.

     

    Oportunidades em Economia

    O economista é treinado para gerenciar e criar produtos financeiros sofisticados para bancos, bancos de investimento e para a gestão de riqueza, seja de empresas ou de famílias (private banking consulting). Na área governamental, o economista especializado nesta área é treinado para operar a política monetária.

    Finanças e Produtos financeiros:

    • Bancos de Investimento
    • Governos
    • Empresas e Famílias

    Os economistas são profissionais capacitados para analisar e avaliar políticas públicas nas áreas de saúde, educação, segurança pública, combate à pobreza e meio ambiente – por exemplo – tanto no âmbito nacional como internacional, trabalhando para governos ou instituições internacionais (ONU, Banco Mundial, FMI, etc.) e, ainda, em grandes empresas transnacionais de consultoria e auditoria.

    •  Empresas de Auditoria e Consultorias Globais
    • Banco Mundial, ONU, FMI
    • Governos e Instituições de Pesquisa

    O economista, neste campo de ação profissional, trabalha com análises de setores da economia para fornecer informações que venham a guiar as decisões de empresas e de investidores. O economista especializado neste campo também atua com advogados na área de direito regulatório, regulação e concorrência.

    • Empresas Públicas
    • Consultorias Econômicas e Políticas
    • Bancos de Investimento
    • Governo, CADE, Secretaria de Direito Econômico

    Nesta área o economista trabalha com a gestão financeira de organizações, sejam elas bancárias, financeiras, do setor de serviços, industrial ou agrícola.

    • Corporações Privadas ou Públicas
    • Bancos Comerciais e de Investimento
    • Corporações dos Setores de Serviços e Agroindústria
    • Consultorias de Auditoria Financeira e Contábil
    • Consultorias de Estratégia
    • Seguradora
    • Consultorias Financeiras

    O economista desta área trabalha com análises sobre o comércio internacional, finanças internacionais, cenários macroeconômicos e estratégicos.

    •  Corporações Privadas e Estatais
    •  Bancos Comerciais e de Investimento
    •  Governo, Ministério da Fazenda
    •  Banco Mundial, FMI
    •  Bancos de Investimento

    O economista que atua nesta área elabora e analisa a viabilidade econômica de projetos de investimento em qualquer setor da economia levando em consideração os impactos ambientais. Na análise de um projeto, dada a legislação ambiental, deve-se calcular tanto o retorno privado, o custo privado, bem como o social, de projetos.

    • Corporações Privadas e Estatais
    •  Governos, Instituições de Pesquisa e ONGs
    •  Instituições Internacionais de Desenvolvimento
    • Consultorias e Empresas de Energia

    O economista que atua nesta área avalia quadros e cenários microeconômicos e macroeconômicos, políticos e sociais, que afetam a vida e as decisões de qualquer tipo de organização. Seu mercado de trabalho engloba grandes empresas de consultoria, auditoria e consultoria de estratégia econômica e política.

    • Empresas Públicas
    • Corporações Privadas
    • Empresas de Auditoria e Consultoria
    • Consultorias Econômicas e Políticas